Setembro: Siaparental reúne pais, mães e educadores para falar de criação de filhos com dezenas de profissionais


Siaparental_reune_pais_maes_e_educadores_para_falar_criacao_de_filhos_palestras


Em setembro, um grande encontro de troca de informações e aprendizagem sobre criação e educação dos filhos, será um alento para pais e mães. O Siaparental, que ocorre entre os dias 7 e 10/09, atende a expectativa das famílias com discussões das questões que mais afligem sobre a criação de filhos. Num só lugar mais de quarenta palestrantes, entre profissionais de saúde, ativistas e educadores, vão trazer os temas mais densos da vida em sociedade com filhos. O local desse congresso é Centro de Convenções Frei Caneca e os eixos temáticos das palestra para essa estreia é “Família, Cidadania e Desafios da Parentalidade Contemporânea”.

Muito… MUITO o que falar!
A ideia do evento surgiu da demanda de muitos pais pela vivência dos outros eventos também criados por Ana Cristina Duarte, obstetriz. A ativista do parto natural é também fundadora do já Siaparto, Siadoulas, Esse dois eventos ocorrem simultaneamente ao Siaparental, em São Paulo. Mães, pais e educadores promete debates de vanguarda. Um encontro de três dias promete muitos momentos de reflexão. “Poucas vezes você terá visto uma programação tão criativa na forma e tão abrangente em conteúdo”, relata Alexandre Coimbra do Amaral, psicólogo e terapeuta familiar que abre o congresso com o seminário tratando de “Família e pós modernidade”.

Os temas que se seguem são igualmente instigantes e trazem a qualidade dos conteúdo para a assistência ao parto e pós-parto imediato, primeira infância à dentro. A programação é organizada em Seminários, Rodas de Conversa, Painéis de Debate e exibições audio-visuais, que tornam cativantes os espaços de troca e reflexão – pensados de forma horizontal onde pais, mães, profissionais de saúde, jornalistas e especialistas técnicos poderão construir coletivamente e compartilhar conhecimentos.

“Mães e pais da atualidade precisam de espaços onde seus saberes sejam considerados aliados aos saberes técnicos e de especialistas”, destaca Anne Rammi, curadora do Siaparental, enquanto relembra que a vida com filhos é mais enriquecedora quando temos espaço para as múltiplas experiências, momentos de escuta e debate, de todos os envolvidos. “E também considerar os plurais aspectos da mater-paternidade contemporânea, de forma autônoma, inclusiva e rumo a conquistas que possam se estender para cada vez mais pessoas, seja em casa, seja na sociedade”, define. “Desse modo acabamos montando uma programação bastante exclusiva e inclusiva com os maiores líderes da área”, completa Ana Cris.

Alguns dos nomes presentes
Pesquisadores e profissionais renomados como Vera Iaconelli e Cacá Corrêa dividem espaço com ativistas urbanos como Cláudia Visoni e Lu Bento, em uma viagem que passará por discussões sobre escola, cidadania, ocupação dos espaços públicos, maternidade negra, desmame, feminismo, luto, autismo, comunicação não violenta e disciplina positiva, entre tantos outros sub-temas. Os temas vão desde cuidados básicos com os bebês, sempre organizados de forma abrangente. Como é o caso do painel “Comer, Dormir, Brincar e Amar” que reunirá Patrícia Dias, consultora do sono do bebê, Tatiana Tardioli, bailarina especialista em bebês e Fabiolla Duarte, educadora perinatal e pesquisadora da comensalidade. Sob mediação da psicóloga e psicanalista Talita Pryngler, o encontro subverte a lógica das especialidades únicas, e propõe, assim como todo o evento, um olhar holístico para a saúde da família, do bebê e do coletivo.

“Precisamos entender que a verdadeira mudança de paradigma está justamente em reconhecer que não devemos pautar a vida em técnica e eficiência. Quando como cuidadores colocamos em foco a técnica e a eficiência, estamos desperdiçando a potência, a autonomia, o desenvolvimento maravilhoso que uma criança pode ter se isso for permitido à ela.”, conclui Fabiolla.

Destaque no Siaparental, o trabalho da escritora, professora e jornalista Evânia Reichert segue os mesmo ideais libertários de vanguarda. No seminário que ocorre no segundo dia de congresso, Evânia apresentará seu múltiplo estudo sobre as potencialidades e crises de cada fase da infância, de modo a pontuar o nascimento desse novo paradigma: a educação heterárquica, democrática, sistêmica e humanizada.

Centro de Convenções Frei Caneca
R. Frei Caneca, 569 – Consolação

Programação Completa
08/09
Família e Pós Modernidade
Com Alexandre Coimbra do Amaral

Comer, Dormir, Brincar e Amar: cuidados básicos e desenvolvimento
Com Tatiana Tardioli, Patricia Dias, Fabiolla Duarte e Talita Pryngler
Falaremos de saúde física e emocional dos bebês e das famílias à partir de um olhar afetuoso para os cuidados básicos e cotidianos. Brincadeiras, sono, alimentação não são somente momentos de vínculo entre bebês e adultos, mas também as os lugares naturais onde o ineteresse, a aventura, o descobrimento, a curiosidade naturais do bebê são potentes combustíveis para o desenvolvimento sadio, quando bem monitorado e respeitado em seu tempo.

Histórias de Transformação: Luto
Camila Goytacaz
Talk inspirador sobre a vivência do luto perinatal na egrégora do renascer à partir de uma grande perda.

Aprender a aprender: o papel do adulto cuidador na mediação do mundo para a criança como sujeito.
Com Luzinete Carvalho, Camila Goytacaz, Cacá e Maíra Scombatti
Refletindo em torno da necessidade de conexão profunda entre pais e filhos no cotitiano da criação – educação, o painel de debate trata da importante tarefa dos cuidadores em mediar o mundo de forma segura e afetuosa para as crianças, como uma experiência positiva para todos: famílias, indivíduos e sociedade. Limites, Birras, disciplina positiva e comunicação não violenta serão alguns dos temas abordados.

Desmame e novas etapas de desenvolvimento emocional, social, físico e cognitivo à partir do fim da lactância para famílias e bebês
Com Bianca Balassiano, Nathalya Camargo, Cynthia Nakamura e Flávia Penido
O fim da amamentação oferece oportunidades de desenvolvimento de diversos outros processos, mas como todo final de ciclo gera uma série de incertezas, inseguranças e desafios. Nesse encontro, profissionais de saúde e mães discutem os paradigmas da amamentação e desmame com foco no bem estar materno-infantil, considerando peculiaridades e contextos.


09/09
Parentalidade e Consumismo: filhos, pais e profissionais de saúde na mira dos interesses industriais em detrimento da saúde infantil.
Com Débora Diniz (MILC), Fabiana Müller (Ibfan), Ana Paula Bortoletto (Idec) Giovanna Balogh.
É tempo de reconhecer que tanto as crianças, como seus pais e profissionais de saúde são alvos das grandes indústrias que normalmente prejudicam o pleno desenvolvimento dos pequeninos e portanto, da sociedade. Amamentação, alimentação, segurança emocional ficam todos comprometidos quando a publicidade perniciosa entra em cena. Podem as pequenas escolhas do dia a dia oferecer resistência aos grandes investimentos das indústrias? Quais são as conseqüências do consumo de informação contaminada de publicidade? Como os pais, mães e educadores da atualidade podem lidar com o tema são algumas das questões que pretendemos abordar nesse painel.

A Criança e a Cidade: educação começa na rua
Com Ana Fedizcko, Cláudia Visoni, Irene Quintáns e Gabriela Vuolo
Crianças também tem o direito garantido pela constituição de usufruir dos meios urbanos. Se as cidades fossem planejadas para crianças, seriam seguras, acessíveis e interessantes para todos. Neste painel debateremos formas de incentivar a transformação à partir de indivíduos e políticas públicas comprometidas com a visão da criança como cidadão.

Infância Idade Sagrada: Os direitos da criança e a prevenção no inicio da vida
Com Evânia Reichert
Uma viagem pelo estudo interdisciplinar da terapeuta e jornalista Evânia Reichert que pontua a falência do velho modelo hierárquico de educar e aponta o nascimento de novos paradigmas de cuidado, à partir do cultivo de Autorregulação, respeito biopsicológico e bons vínculos, contemplando as fases emocionais e psicossociais, potencialidades e crises de cada estágio.

Histórias de Transformação: A Mãe Preta
Com Lu Bento
Rompendo com os modelos de maternidade que ignora as mães pretas, Luciana trata dos impactos do racismo na infância.

Do que a mamãe precisa? Múltiplos aspectos do ser mulher e mãe na sociedade contemporânea
Com Bianca Santana, Thaiz Leão, Lu Bento, Anne Rammi e convidados
Se mães felizes fazem filhos felizes, precisamos reconhecer que as necessidades das mulheres mães necessitam de discussões à partir de seus contextos de classe, raça e gênero. Contra o discurso da maternidade universal, essas mulheres vão apresentar a necessidade urgente de educação para a diversidade à partir de suas histórias pessoais.


10/09
Sexualidade Infantil: família e violência sexual
Com Vera Iaconelli e Alexandre Coimbra do Amaral

Maternidade e Autismo
Com Andrea Werner
Autora do livro Lagarta Vira Pupa e grande referência para mães de autistas Andrea Werner conta sua jornada inspiradora do diagnóstico à vida cotidiana com o filho.

Empoderamento pós parto: mães, feminismo e educação para a liberdade
Com Camila Conti, Priscila Obaci, Carol Patrocínio, e Rita Lisauskas
Feminismo e maternidade são indissociáveis na luta pelos direitos das mulheres e bebês à assistência obstétrica e perinatal de qualidade. Por outro lado, novos paradigmas para a criação de filhos vem mostrado diferentes formas de opressão e controle das mulheres, quando não observados com cautela. Nesse encontro pretendemos trazer à luz o exercício político da maternidade de forma emancipatória, longe dos ideais patriarcais. Mas com a reflexão necessária da preservação também dos direitos das crianças, por uma maternidade feminista e um feminismo inclusivo, para todas as mulheres que também são mães.

A hora da escola: pedagogias consagradas, creches parentais e unschooling
Com Raíssa Cintra, Natalie Catuogno, Gabriel Salomão, Ângelo Mundy e Anna Gallafrio
A educação escolar representa um grande alicerce para as crianças e suas famílias. No entanto, os avanços nos nossos conhecimentos sobre a infância tem apontado para modelos menos escolarizadores e mais educadores, onde a criança é protagonista de seu processo. Pedagogias consagradas, como as abordagens Reggiana, Montessori e Waldorf, além dos modelos de desescolarização e formatos inovadores de cuidados comunitários com as crianças podem carregar consigo grandes perguntas e respostas para os dilemas da hora da escola.

Infância, escola e democracia: a conquista da educação universal de qualidade através da participação popular
Com Cínthia Rodrigues, Clélia Rosa, Cris Lopes e Pedro Markun
Em casa, na rua e nas escolas, todos os modelos para a nova educação apontam para a descentralização do poder, tomada coletiva de decisões e muita participação popular. Nesse painel, ativistas, educadores e mães trazem um apanhando de ideias para fortalecer a construção da democracia, na micro-política cotidiana da vida de todos pais e filhos.

4 Datas Agendadas

Atividade sujeita a mudança de acordo com o organizador. Toda a programação é de responsabilidade da organização do evento.